A extensão dos danos causados por software malicioso geralmente depende se o malware infectou um computador doméstico ou uma rede corporativa. As consequências do dano também podem variar de acordo com o tipo específico de malware e o tipo de dispositivo infectado – mais a natureza dos dados armazenados ou acessados pelo dispositivo.

Enquanto em alguns casos os resultados de uma infecção por malware podem ser imperceptíveis para o usuário, em outros casos o dano pode ter sérias consequências:

Para usuários domésticos, uma infecção pode envolver a perda de informações relativamente sem importância que podem ser facilmente substituídas ou pode resultar na perda de informações que dão ao cibercriminoso acesso à conta bancária do usuário.

Em uma rede corporativa, um vírus de Trojan que envia spam pode gerar um aumento menor no tráfego de comunicações, enquanto outros tipos de infecção podem resultar na quebra completa da rede corporativa ou na perda de dados críticos dos negócios.

Se este conteúdo foi relevante para você, comente suas dúvidas e experiências e compartilhe-o com mais pessoas!

Ajude outras pessoas compartilhando nosso conteúdo