Golpe WhatsApp

Nos últimos tempos, os golpes do WhatsApp aumentaram significativamente. Isso aconteceu porque o seu uso aumentou em todo o mundo, fazendo com que os criminosos enxergassem o aplicativo como um novo meio para aplicar golpes e fraudes.

Neste golpe, o objetivo principal do criminoso é sequestrar e garantir acesso em sua conta. A partir daí, eles pedem dinheiro para seus contatos e, se possível, roubam informações pessoais em suas conversas.

Os criminosos se passam por uma empresa confiável ou até mesmo por um conhecido seu. Por isso, ao pensar que a “pessoa” ou “empresa” com quem estão falando é de fato confiável, muitas pessoas acabam passando o código que lhes foi enviado e comprometem sua conta.

Uma vez que a conta é sequestrada, os criminosos pedem dinheiro para seus contatos e, geralmente, roubam informações pessoais. Eles também têm acesso aos grupos em que você está e todas as novas conversas que você recebe.

Então, uma boa maneira de começar a se proteger é utilizando a verificação de duas etapas. Dessa forma, ainda que o criminoso consiga se passar por você, precisará da senha cadastrada na verificação de duas etapas para ter acesso em sua conta.

Para se proteger desse tipo de golpe do WhatsApp, é importante conhecer a abordagem dos criminosos. Se você chegou até nossa publicação, isso significa que você está um passo à frente na proteção de sua conta.

Quais as abordagens mais frequentes?

Procurando

Os criminosos fazem uso das mais diversas abordagens e técnicas de engenharia social com um único objetivo em mente: apossar da conta do Whastapp da vítima com o intuito roubar dinheiro dos contatos e extrair informações pessoais.

Desde meados de 2016, o uso do aplicativo mensageiro Whatsapp se mostrou como um novo meio para aplicação de golpes e fraudes. Em outras palavras, os criminosos vêm explorando cada vez mais as pessoas principalmente através do medo e constrangimento.

As abordagens destes criminosos variam principalmente de acordo com as tendências e atualidades. Geralmente ocorrerem mediante uma ligação fraudulenta onde o criminoso se passa por um membro de uma entidade confiável e eventualmente solicita o código de segurança.

Dito isso, muitas pessoas acabam confiando no criminoso e suas contas se tornam comprometidas.

Confira as abordagens mais frequentes do golpe do whatsapp:

Golpe WhatsApp OLX

Essa é, de fato, uma das abordagens mais comuns.

Como funciona?

Geralmente ela ocorre quando você está anunciando produtos pela OLX. Em seguida, o criminoso liga se passando por um “atendente” da plataforma. Ele argumenta que consta uma incoerência em seu(s) anúncio(s). Dito isso, ele irá solicitar um “código de verificação” para que esta “incoerência” seja resolvida. Porém, o que ele realmente estará pedindo é o código de segurança do Whatsapp para sequestrar sua conta.

A seguir, disponibilizamos um exemplo gravado desta abordagem:

Golpe WhatsApp OMS (Organização Mundial da Saúde)

Esta abordagem está relacionada com a pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

Como funciona?

O criminoso liga se passando por “agentes da saúde”. Através de uma linguagem técnica, ele solicita seus dados pessoais, e até mesmo pergunta se algum familiar ou pessoa próxima já esteve contaminada pela COVID-19. Para finalizar, ele argumenta que, para confirmar as informações, será necessário informar um “código de verificação” enviado via SMS. Porém, o que ele realmente estará pedindo é o código de segurança do Whatsapp para sequestrar sua conta.

Golpe WhatsApp Data Folha

Esta abordagem também está relacionada com a pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

Como funciona?

O criminoso liga se passando por “jornalistas” que estão realizando uma pesquisa. Através de uma linguagem técnica, ele solicita seus dados pessoais e até mesmo pergunta se alguém na família já esteve contaminado pela COVID-19. Para finalizar, ele argumenta que para confirmar as informações será necessário informar um “código de verificação” enviado via SMS. Porém, o que ele realmente estará pedindo é o código de segurança do Whatsapp para sequestrar sua conta.

A seguir, disponibilizamos um exemplo gravado deste tipo de abordagem:

Passei meu código de segurança por telefone, mas ainda tenho acesso ao whatsapp. O que eu faço?

Questionamento

Existe um intervalo de tempo entre o momento que você forneceu o código de segurança do Whatsapp e o momento que o criminoso de fato rouba sua conta. Logo, é uma questão de agir com rapidez para conseguir proteger sua conta e as pessoas com quem você se comunica.

Embora sejam poucos os casos em que uma pessoa consegue notar que ela foi alvo do golpe do Whatsapp antes mesmo de perder o acesso ao aplicativo, é uma situação possível.

Vamos explicar como proceder nesse tipo de situação. Confira:

Crie uma lista de transmissão com todos seus contatos

Para criar uma lista de transmissão, siga os passos:

  1. Abra o WhatsApp;
  2. Vá para a tela de Conversas;
  3. Toque no botão de Menu (três pontos, no topo);
  4. Toque sobre o botão “Nova transmissão”;
  5. Toque em “+” ou digite os nomes dos seus contatos;
  6. Após adicionar pelo menos dois contatos, toque em “Criar” ou “Pronto”.
Lista de transmissão no WhatsApp

Se o número de contatos que você possui é maior do que o número de contatos que uma lista de transmissão suporta, crie outras listas de transmissão.

Avise-os da suspeita do roubo da conta. Envie uma mensagem explicando sobre a suspeita para a(s) lista(s) de transmissões criadas. Confira o exemplo:

“Olá, tudo bem?

Estou suspeitando que minha conta do whatsapp possa ter sido clonada. Se alguém pedir dinheiro utilizando minha conta, por favor, me ligue imediatamente!

Obrigado!”

Delete sua conta

Você irá perder todas as suas conversas ainda que possua backups. Porém, é garantido que o criminoso não conseguirá acessar sua conta se deletá-la antes do roubo ser concretizado.

Para deletar sua conta, siga os passos:

  1. Abra o WhatsApp;
  2. Vá para a tela de Conversas;
  3. Toque no botão de Menu (três pontos, no topo);
  4. Toque sobre o botão “Configurações”;
  5. Toque sobre a aba “Conta”;
  6. Toque sobre o botão “Apagar minha conta”.

Desinstale o aplicativo e o instale novamente

Procure o aplicativo em seu aparelho celular e desinstale-o. Logo após, instale-o novamente através da loja de aplicativos oficial (PlayStore ou AppStore).

Crie uma nova conta utilizando o mesmo número

Agora siga os passos do próprio aplicativo para criar uma nova conta utilizando seu número.

Aumente a segurança da sua conta

Siga os passos fornecidos ao final desta publicação na sessão “Como se prevenir”.

Perdi meu acesso ao WhatsApp, e agora?

Dúvida

Se você perdeu acesso ao Whatsapp, existe uma grande chance de sua conta ter sido roubada e estar sendo utilizada para aplicar golpe em seus contatos.

Além de vasculhar suas conversas pessoais, o criminoso que roubou sua conta possivelmente irá pedir dinheiro para seus contatos. Portanto, ele vai enviar mensagens para sua lista de amigos solicitando transações bancárias, dados pessoais, números de cartões de créditos e/ou qualquer outra informação que ele conseguir extrair.

Ainda que seja desesperador, é possível recuperar sua conta! Confira abaixo as instruções fornecidas pelo próprio site do aplicativo para a recuperação de sua conta:

“Uma das formas de tentar recuperar sua conta de WhatsApp roubada é inserir o código de verificação no seu celular, para que a conta volte para você.

Você também pode desinstalar e instalar o aplicativo no seu celular novamente, fazendo todo o procedimento de verificação. Se ele for bem-sucedido, o bandido perde o controle da sua conta de WhatsApp na mesma hora.

Além disso, você pode enviar um e-mail para o aplicativo ([email protected]) informando sobre o ocorrido e pedindo suporte.

Assim que estiver com o acesso à conta novamente, é importante ativar a verificação em duas etapas. Dessa forma, mesmo que alguém consiga entrar na sua conta de WhatsApp, precisará inserir uma senha, definida por você, para ter acesso às conversas.

Vale lembrar que é fundamental atrelar uma conta de e-mail, caso seja necessário recuperar essa senha se você se esquecer, por exemplo.”

Se deseja ver esta e outras informações no site oficial do Whatsapp, clique aqui.

Ao enviar um e-mail de notificação ao Whatsapp ([email protected]), recomendamos utilizar o título “Perdido/Roubado: Por favor, desative minha conta“.

Neste e-mail, também inclua o seu telefone no formato internacional: +55 (código do Brasil), o DDD de sua área e o número do celular. Esse processo pode demorar alguns dias. Sua conta será desativada e você terá 30 dias para reativá-la.

Outra recomendação importante é fazer um boletim de ocorrência. Dessa forma, você consegue registrar a perda do acesso ao aplicativo, e se resguardar de eventuais problemas causados pelo criminoso.

Como se proteger?

Como se proteger

Existem algumas medidas importantes que podem ajudar a proteger sua conta do Whatsapp de ser roubada. Segue algumas dicas abaixo:

  • Nunca compartilhe seu código de segurança enviado via SMS;
  • Ative a confirmação de duas etapas na sua conta do Whatsapp (veja a imagem a seguir);
  • Não instale aplicativos não oficiais do Whatsapp;
  • Desconfie de ligações de “empresas” que solicitam um código enviado para o seu celular.
Verificação de duas etapas no aplicativo WhatsApp

Se deseja ver esta e outras informações no site oficial do Whatsapp, clique aqui.

Não esqueça de verificar se deixou a versão “Whatsapp Web” logada em um computador da faculdade ou até mesmo do trabalho. Saiba como fazer isso:

Android: Menu principal (três pontos no topo direito da tela inicial do WhatsApp) > WhatsApp Web > Sair de todas as sessões?

iOS: Ajustes (canto direito da tela inicial do WhatsApp) > WhatsApp Web/computador > Sair de todas as sessões

Gostou desta publicação? Conta pra gente logo abaixo se essa publicação conseguiu de ajudar! 😉

Ajude outras pessoas compartilhando nosso conteúdo